X-Men Apocalypse – Crítica

Dirigido por Bryan Singer, X-Men: Apocalypse estreia no Brasil nesta semana, um dos filmes de super-heróis mais aguardados do ano (olha que a concorrência é alta… imagina a expectativa), Mais um filme para a franquia mutante da Fox.

X-Men-Apocalypse 01

Sim, é um filme bom, não é “extraordinário”, tem seus defeitos e seus acertos, assim como qualquer filme. O roteiro é bem simples e fraco, o que move os heróis são sempre as motivações pessoais e seus desejos. O sonho de paz entre humanos e mutantes idealizado por Charles Xavier (James McAvoy) e a sobrevivência do mais forte, imposto por En Sabah Nur, o Apocalipse (Oscar Isaac).

Vemos esses ideais se confrontando ao longo de toda a trama. A apresentação de cada personagem é muito interessante. Muitos roubam a cena, como a bela atuação de Magneto (Michael Fassbender) e Mercúrio (Evan Peters). Magneto é muito bem explorado, mostrando seu lado humano e de onde vem seus ideais (que podem não ser heróicos, mas a gente entende).

X-Men-Mystique-Quicksilver-Beast

Porém pecam em não explorar devidamente outros personagens, os tornando vazios e fúteis, como Anjo (Ben Hardy) e Psylocke (Olivia Munn). Ambos pareciam tão importantes nas imagens de divulgação, mas achei tão vazios, parecia que estavam ali para preencher buraco. O Anjo, um personagem tão importante para a Saga de Apocalipse, é tão mal explorado…

Personagens como Ciclope (Tye Sheridan), Noturno (Kodi Smit-McPhee) e Jean Grey (Sophie Turner) tem o seu merecido destaque, tornando-os muito importante para a história. Os três são bem carismáticos e é incrível a química entre eles. No entando, Mística (Jennifer Lawrence) se mostra um personagem nostálgico, meio perdida na trama, obrigando-a a liderar os X-Men em certo momento.

x-men-apocalpyse

Um ponto bem alto do filme é a cena do personagem Mercúrio (Evan Peters). Não vou dar spoilers, mas uma cena é fantástica, seguindo a mesma linha de sua participação em “Dias de Um Futuro Esquecido”.

É interessante ver como os filmes dos X-Men se linkam. Neste, vemos Ciclope, Jean Grey e Tempestade ainda novos, sem saberem usar seus poderes com controle total. E lembrar como estavam mais maduros nos outros filmes, afinal eram os professores das crianças. Interessante essa ligação.

X-Men-Angel-Storm-Psylocke

Um elemento muito presente (e desnecessário) é a fotografia dos personagens, ser tão posuda. Enquanto Apocalipse explica seu plano maléfico, os quatro cavaleiros do Apocalipse seguiam fazendo cara de mau em segundo plano, com o corpo meio que posado para a câmera. Esse tipo de coisa acho desnecessário. Podiam ter deixado eles sentados, descansando, ou ausentes da cena. Estavam ali prestes a sacar uma arma e explodir tudo… Alias, falando em explosão, tem muita explosão e destruição nas cenas de ação. Tudo muito exagerado.

X-Men Apocalipse é um filme legal da franquia, não é muito profundo, não vá com expectativas e nem se prenda à história dos gibis. Estou aqui me segurando para não descer a lenha nos comparativos entre o gibi e o filme, melhor ser imparcial e não estragar as surpresas de ninguém. No meu site pessoal “Chase Faster” você confere minha crítica com spoilers e comparativos com o gibi, é so visitar lá.

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Contact us

Eduardo D'Angelo

Também conhecido como Chase Faster, nasci em 1984, sou apaixonado por Action Figure, Música e coisas nerd/geek. Sou leitor assíduo da editora Marvel Comics, gosto mais de X-Men (fase azul do Jim Lee, em específico), curto alguns mangás/animes (Saint Seiya / Yu Yu Hakusho / Hokuto no Ken & Sailor Moon), curto muito os filmes dos anos 80 no estilo John Hughes e sci-fi futuristas (Save Ferris / Goonies & Blade Runner). Fui DJ uma época, trazendo músicas japonesas (J-Rock/Visual Kei) para as baladinhas alternativas de São Paulo. Sou designer gráfico e 2014 iniciei o projeto “filtro365”, com o desafio de tirar uma foto por dia do meu cotidiano e no fim transformar em uma peça gráfica (talvez um livro?). Atualmente estou no projeto #Sketch365 que consiste em fazer um desenho por dia, nem que seja meia horinha por dia dedicado à ilustração e este projeto evoluiu e se tornou o site www.proudlynerd.com .


2012-2017 | Meia-Lua