Stan Lee, Roteirista e Quadrinista, Falece aos 95 anos

Stan Lee – ex-editor chefe da Marvel Comics, criador e co-criador de alguns dos personagens mais conhecidos e marcantes dos quadrinhos, ator e redator, quadrinista e produtor executivo de filmes -, faleceu hoje (12/11/2018) aos 95 anos.

A notícia vem do site norte-americano TMZ. Segundo o site – cuja a fonte é a filha de Stan Lee, J.C. Lee -, ele foi levado ao hospital às pressas em uma ambulância cedo pela manhã. Ele morreu no hospital, porém mais detalhes ainda não foram divulgados. No último ano, Stan Lee sofreu com diversas doenças, portanto é seguro dizer que sua saúde andava muito frágil.

Nascido em 28 de dezembro de 1922 em Nova Iorque, Stanley Martin Lieber era mais conhecido pelo apelido Stan Lee. Em colaboração com diversos artistas, como Jack Kirby e Steve Ditko, ele foi o co-criador de diversos personagens, como o Homem-Aranha, Hulk, Doutor Estranho, o Quarteto Fantástico, Demolidor, Pantera Negra e os X-Men. Como co-escritor com Larry Lieberm criou personagens como Homem-Formiga, Homem de Ferro e Thor. Seu trabalho na Marvel Comics fez com que a empresa passasse de uma pequena divisão de publicações literárias para uma grande empresa multimídia.

Na década de 70, Stan Lee enfrentou a censura imposta aos quadrinhos pela The Comics Code Authoriry (O Código dos Quadrinhos), um código formado em 1954 pela Associação Americana de Revistas em Quadrinhos a fim de regular e se autocensurar após a publicação do livro “A Sedução dos Inocentes” de Fredric Wertham, que causou um clamor moralista à indústria dos quadrinhos na década 50, mesmo após o autor ter revelado que muito do que foi escrito no livro era enganoso ou puro exagero e mau-caratismo. Na época, Stan Lee era editor-chefe da Marvel Comics, e enfrentou o código ao publicar uma história em três partes nos quadrinhos do Homem-Aranha mostrando o vício e abuso de drogas feito de Harry Osborn.

Esse enfrentamento ao código continuou na Marvel Comics e levou a Associação Americana de Revistas em Quadrinhos a atualizar o código e permitir maior liberdade criativa nos quadrinhos.

Em anos mais recentes, Stan Lee fez diversas aparições nos filmes do Universo Cinematográfico da Marvel e em  filmes e séries baseados em seus personagens.

Em reconhecimento ao seu trabalho no mundo das Histórias em Quadrinhos, Stan Lee recebeu diversos prêmios, como por exemplo: foi admitido no Will Eisner Award Hall of Fame em 1994 e no Jack Kirby Hall of Fame em 1995, e recebeu a National Medal of Arts em 2008.

A morte de Stan Lee é uma perda imensurável no mundo das Histórias em Quadrinhos, no Mundo dos Super-Heróis e em todo Universo Nerd e Geek.

O Meia Lua lamenta muito o falecimento dessa grande lenda dos quadrinhos.

Descanse em paz, Stan Lee. Seu trabalho será para sempre muito apreciado e respeitado.

Fonte: TMZ


Laura Giordani

Laura Giordani é uma historiadora e estudiosa de imagens e mídias viciada em jogos, filmes, HQs, livros, podcasts, RPG, animes e séries. Quando não está tentando desvendar os mistérios da História e sua relação com as novas mídias, ou tentando navegar pelo seu quarto debaixo de pilhas gigantes de livros, pode ser encontrada em um canto meio iluminado jogando algum título da série Final Fantasy, Diablo ou Pokemon. Seus interesses literários são vastos, porém há preferência pelos temas de fantasia, ficção científica, cyberpunk e terror. Suas mais notáveis habilidades são: ingerir dezenas de litros de cafeína sem ter um ataque cardíaco e tagarelar por horas sobre nerdices sem parar.


2012-2017 | Meia-Lua