Pokémon Sun e Moon – Review

Pokémon foi um dos jogos que fez parte da minha infância e da minha vida. A maior dúvida muitas vezes não era “O que eu vou ser quando crescer” e sim “Charmander, Squirtle ou Bulbasaur”. Quem não se lembra disso?

Com uma espera de 3 anos desde Pokémon XY, a Nintendo, junto com a Game Freak lançou no último dia 18/11 Pokémon Sun e Moon, superando todas as possíveis expectativas que eu tinha em relação a ele.

A grande dúvida que pairava no ar era: O que mais se pode fazer com um jogo que vende milhões de cópias todos os anos, com a mesma “receita de bolo”? Que tal aperfeiçoar o “recheio”?

Pokémon Sun e Moon trouxe uma nova experiência de game, principalmente aos seus jogadores mais antigos. Houve um investimento muito maior sobre a história do game e mudanças drásticas na estrutura comum do jogo, além de algumas melhorias gráficas, mostrando o potencial do portátil da Nintendo.

 

NOVA REGIÃO, NOVOS ARES

O novo enredo do jogo se passa em Alola, uma região formada por quatro ilhas paradisíacas, cada uma com sua característica particular. Foram apresentados 80 novos Pokémon, herdando muitas características naturais dessa região, sem contar nos designs novos de Pokémon antigos para essa nova geração. Justificado pela alteração biológica do novo habitat natural desses Pokémon.

ILHAS

Dos Pokémon antigos, 18 deles receberam um novo design. Lembrando que ainda há Pokémon que são exclusivos para cada jogo, seja Sun ou Moon.

 

NOVOS POKÉMONS

Nessa nova aventura em Alola, você é um protagonista que saiu da região de Kanto para morar com sua mãe nesse novo lugar. Você encontra uma menina que se chama Lillie que saiu correndo de um determinado lugar abrigando em sua bolsa um misterioso Pokémon chamado Cosmog, possuidor de um grande poder e chamando a atenção de uma grande organização, que passou a persegui-lo. Aparentemente esse Pokémon tem acesso a uma outra dimensão, onde habitam seres potencialmente perigosos para humanos e Pokémon, chamados Ultra-Beasts.

PROTAGONISTAS

 

Em Alola há um poder diferente chamado Z-Move. Todos os Pokémon podem aprender um Z-Move. Lógico que existem exclusivos de alguns Pokémon, mas todos podem executar um quando equipado com esse Z-Cristal. Esse movimento pode ser usado apenas uma vez na partida, então é necessária muita sabedoria para executar ele em uma batalha, principalmente para os jogadores que seguirão na jornada do competitivo online.

Z-Moves

 

A maior mudança nesse jogo, impactando a franquia, foi a retirada dos líderes dos ginásios e trocados pelos Captains Trials, Pokémon Totem e Kahunas, chefes de cada ilha. Para você chegar ao Kahuna, é necessária a resolução de puzzles diferentes (Nunca são iguais!). Após a conclusão da Trial, você enfrenta um Pokémon Totem para receber um Z-Cristal correspondente ao tipo de Pokémon daquela Trial. Outros Z- Cristals você não consegue nas Trials, podendo ser encontrados em altares ou com NPC’s no mapa.

TRIALS

Outra grande mudança para a série foi a remoção dos HM’s (Fly, Surf, etc).Alguns foram transformados em TM’s ou seja, ainda podem ser usados, mas somente em batalha. Essa funcionalidade foi mudada para o Poke-Ride, onde você chama um Pokémon para que execute o movimento e te leve para o lugar que você quer, seja voando, navegando ou cavalgando, além de também para outras funcionalidades, como quebrar rochas. Se você quiser pode chamar isso de montaria e no total são 7.

POKERIDE

Como a criatividade japonesa é infinita, Pokémon Sun e Moon apresentou outra novidade que são as Ultra-Beasts, Pokémon de outra dimensão. (Sim, se você jogar, não estranhe o design deles, são bem “diferentes” e você pode capturá-los no pós-game) Não darei muitos detalhes sobre eles pois posso soltar um spoiler, já que fazem parte do enredo  do game. Eles também tem registro na PokeDex.

ULTRA BEASTS

No jogo, o mapa não é mais tão comum como antigamente. A Rotom-dex, Pokedex exclusiva de Sun e Moon, mostra o tempo todo sua localização e o mapa na tela de baixo. Mesmo para aqueles que não tem tanto conhecimento em inglês para saber onde precisa ir, o mapa dá um auxílio enorme, mostrando com um sinal onde precisa chegar. Não, ele não indica, ele só marca, então de qualquer forma você precisa caminhar bastante.

ROTOMDEXMAP2

 

As Mega Evoluções de XY foram trazidas de volta em Sun e Moon, mas sem novos Pokémons que tenham Megas Evoluções.

Outra mudança importante foi a proporção dos personagens do jogo. Antes tinham o formato meio “chibi” cabeça grande e corpo pequeno. Agora você identifica no game, quem é criança, adolescente ou adulto e até os Pokémon ganharam as proporções corretas.

A Elite dos 4 permanece, inclusive bem mais difícil do que os jogos anteriores, bem como também permanece a busca e a captura de lendários no pós-game.

A trilha sonora do game permanece impecável como sempre, nos remetendo a um ambiente havaiano, alegre e descontraído.

Um ponto negativo que tenho em relação ao game é a questão da pequena queda de frames que acontece somente quando entramos em partida de 2 x 2, mesmo não prejudicando a experiência com o jogo, mas é um defeito que acontece comigo desde XY, Ômega Ruby/Alpha Sapphire e ainda permanece em Sun e Moon. Talvez essa queda de frames não aconteça com o New 3DS (meu é o 3DS anterior).

 

FUNCIONALIDADES E BÔNUS

Uma das coisas mais legais presentes em Pokémon XY e que foi trazida para Pokémon Sun e Moon foi a customização de personagens. Você pode mudar, tipo e cor de cabelo, cor dos olhos, roupas e acessórios na hora que quiser usando o dinheiro ganho no jogo ou de Festival Coins, que você ganha no Festival Plaza.

 

ROUPA

 

Algumas funcionalidades do jogo foram unidas e aperfeiçoadas no que é chamado agora de Festival Plaza. Trocas, batalhas online e interação com os amigos agora estão todas concentradas em um só lugar, ficando muito melhor.

festivalplaza

festivalplaza3

 

Há também os Poké Pelagos, onde seus Pokémons habitam pequenas ilhas, onde podem dropar itens e até mesmo você pode ganhar algum Pokémon que venha a habitar aquela ilha (Hoje eu ganhei um Shelder lá!)

 

POKEPELAGO

Através do Poke-Finder, em lugares pré determinados, você pode matar saudades tirando fotos de Pokémons em seu habitat e ganhar pontos por isso, além de evoluir a câmera da Rotom-Dex para melhorar as fotos. Lembra um pouco do saudoso Pokémon Snap.

Pokémon Sun e Moon também trouxe a leitura de QR Code inserida no jogo, onde você pode fazer a leitura de um QR de um Pokémon e registrar ele na Dex. Contudo, você não ganha esse Pokémon, só registra ele como visto. Mas o jogo libera a cada 10 leituras, um Pokémon em algum lugar do mapa de Alola pra você capturar. Geralmente são Pokémons que não são naturalmente localizados em Alola.

A história do game é bem envolvente, curiosa e divertida. Os personagens são carismáticos, engraçados e alguns até enigmáticos. Prepare-se também para encontrar até com personagens já conhecidos de outros jogos e com a nostalgia!

O preço do jogo no Brasil está um pouco salgado, tendo em vista a ausência da Nintendo do país. Entretanto pode adquirir o jogo digital já na E-Shop pelo preço de aproximadamente R$ 158,00, mas prepare o seu cartão SD ou compre um com espaço maior, já que o jogo possui 3,2 Gb. A versão física também está disponível para venda nas lojas e o preço é um pouco maior do que o digital. Se o seu portátil for Europeu, fique atento, pois o jogo estará disponível a partir do dia 23/11.

Como uma fã da franquia, RECOMENDO Pokémon Sun e Moon. A Nintendo e a Game Freak souberam equilibrar muito bem a mudança de forma que atraiu novos jogadores e reconquistou os antigos mostrando para o que veio e porque foi tão aguardado. Superou as minhas expectativas e provou pra mim que 20 anos de história não apagaram o brilho dessa franquia maravilhosa.

Fique com um dos trailers que foram apresentados durante o período de pré-lançamento:

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Contact us

Vanessa Reis

Conhecida como Van, Ban, Vanzinha é concurseira de plantão, e treinadora Pokémon quase em tempo integral. Portadora do poderoso martelo do Banhammer e a sétima integrante no meio dos Cavaleiros da zoeira apocalíptica. Apaixonada por vídeo games desde a infância com seu Atari, Super Nintendo, Mega Drive, Master System e Sega Saturn. Atualmente fã de carteirinha de Pokémon, amante das aventuras de Lara Croft em Tomb Raider e derrete-se pela beleza de Nathan Drake em Uncharted. Jogos de terror ocupa sua preferência como um de seus gêneros favoritos como Resident Evil, Outlast, Five Nights at Freddy’s além de escolher os jogos de terror e atormentar o Caio Nobre para jogá-los. Jogos de histórias apaixonantes e bizarras de RPG Maker como To The Moon e Corpse Party também tem um espaço especial no seu coração. Amante da leitura, desde o romance até aventura, principalmente pelas obras de C.S. Lewis e Tolkien, onde aguarda uma oportunidade de visitar Nárnia e a Terra Média. Presente em todas as livestreams do canal, foi treinada no exército da zoeira do Meia Lua e quando seu martelo poderoso está em ação ele não erra seu alvo.


2012-2017 | Meia-Lua