“Ghost War”, modo PvP de Tom Clancy’s Ghost Recon Wildlands, começa em 10 de outubro

A Ubisoft anuncia que “Ghost War”, o inédito modo PvP (player versus player) de Tom Clancy’s Ghost Recon Wildlands, shooter militar lançado em março de 2017 e ambientado na Bolívia, estará disponível gratuitamente a partir de 10 de outubro para Xbox One, Playstation 4 e PC. O conteúdo, que receberá atualizações regulares após seu lançamento, poderá ser acessado por todos os jogadores que possuírem o game. No Brasil, Ghost Recon Wildlands conta com mais de 200 mil jogadores e pode ser adquirido pelo preço sugerido de R$149,90.

Em “Ghost War”, dois times de quatro jogadores participam de uma disputa em sistema de eliminação e com o estilo tático característico do jogo, onde a estratégia é tão importante quanto as habilidades de combate. As equipes escolherão seus personagens a partir de doze classes de soldados divididas em três categorias (Assault, Marksman e Support), cada uma com armas, opções de customização e funções específicas. Ghost War terá oito mapas diferentes e integrará novas mecânicas PvP, incluindo rajadas de tiros e marcadores sonoros, que ajudam a criar uma verdadeira atmosfera militar estratégica e intensa também no modo multiplayer.

“Ghost Recon Wildlands reforça o foco da Ubisoft em jogos de mundo aberto com gráficos super-realistas, cenários cheios de vida e atualizações constantes. O game está totalmente em português, pode ser adquirido por um preço excelente no Brasil e é ideal para quem quer passar muitas horas se aventurando e explorando um mapa enorme e desafiador, seja sozinho, em modo cooperativo ou competitivo de quatro contra quatro”, disse Bertrand Chaverot, diretor da Ubisoft na América Latina.

Para enriquecer a experiência de jogo, o time de desenvolvimento de Ghost War seguirá trabalhando em novidades mesmo após o seu lançamento. “Estamos empolgados para continuar a refinar e a expandir Ghost War”, disse Lucian Istrate, lead game designer de Ghost War na Ubisoft Bucareste. “Mais classes, mapas e modos serão adicionados”.

Desenvolvido pela Ubisoft Paris em parceria com a Ubisoft Annecy, Ubisoft Bucareste, Ubisoft Montpellier, Ubisoft Milão e Reflections, Tom Clancy’s Ghost Recon Wildlands é um jogo de tiro em estilo militar que pode ser jogado, do início ao fim, por até quatro pessoas em modo cooperativo ou por um jogador no modo single player. Os gamers têm total liberdade para escolher a melhor forma de realizar as missões e, para cada ação, o universo do jogo reage de uma forma diferente. Os jogadores podem, por exemplo, atuar de maneira furtiva, chegar atirando e explodindo tudo que encontram pela frente ou trabalhar em conjunto para acabar com os inimigos de forma estratégica. Cada escolha tem uma consequência e os jogadores precisam improvisar e se adaptar para completar cada missão.

Mais informações sobre Ghost War estão disponíveis em https://ghost-recon.ubisoft.com/wildlands/en-us/ghostwar/index.aspx.


Vanessa Reis

Conhecida como Van, Ban, Vanzinha é concurseira de plantão, e treinadora Pokémon quase em tempo integral. Portadora do poderoso martelo do Banhammer e a sétima integrante no meio dos Cavaleiros da zoeira apocalíptica. Apaixonada por vídeo games desde a infância com seu Atari, Super Nintendo, Mega Drive, Master System e Sega Saturn. Atualmente fã de carteirinha de Pokémon, amante das aventuras de Lara Croft em Tomb Raider e derrete-se pela beleza de Nathan Drake em Uncharted. Jogos de terror ocupa sua preferência como um de seus gêneros favoritos como Resident Evil, Outlast, Five Nights at Freddy’s além de escolher os jogos de terror e atormentar o Caio Nobre para jogá-los. Jogos de histórias apaixonantes e bizarras de RPG Maker como To The Moon e Corpse Party também tem um espaço especial no seu coração. Amante da leitura, desde o romance até aventura, principalmente pelas obras de C.S. Lewis e Tolkien, onde aguarda uma oportunidade de visitar Nárnia e a Terra Média. Presente em todas as livestreams do canal, foi treinada no exército da zoeira do Meia Lua e quando seu martelo poderoso está em ação ele não erra seu alvo.


2012-2017 | Meia-Lua