Costelas e Hidromel #061 – Os peculiares Tengu

 

 

Neste programa: 

 

Após comer mingau até não aguentar mais, vimos uma fada passando e quisemos segui-la por entre as árvores. Pelo jeito, atravessamos algum portal no caminho, nos lançando para o longínquo oriente.

Isso ficou evidente quando a pequena criatura celta se transformou num grandioso TENGU! Não haviam mais asas insetoides, pele clarinha e um narizinho delicado, apenas a vermelhidão cutânea, asas negras de um pássaro e aquela napa comprida, digna de um mentiroso.

Correr era a primeira opção, mas ele nos parou e entreteu com sua narrativa. Não descobrimos ser eram ensinamentos ou tentações para nos jogar para fora da trilha.

Nos contou como aves eram sua antiga forma, mais primitiva, e hoje eram seus serventes. Tentou no convencer que os Shugenjas continham o verdadeiro caminho, não os monges budistas com sua religião fraca.

Quase nos meteu medo, falando ser um mestre nas lutas e outras formas de combates marciais, mas fomos interrompidos por um grupo de jovens que o agrediu e despachou dali. Sem restar alternativa, seguimos adiante atrás de mais mitos.

Participantes: Guilherme Vertamatti (@GVertamatti) e Renato Sevegnani (@setsunaryu)

 

Acompanhe o Meia-Lua mais de perto

 
Assista nossos vídeos em nosso novo canal do YouTube !
Gosta de Live-Streams? Temos um canal específico para nossas Meia-Live!
Grupo de Live-Streams
Grupo de Ouvintes
Acompanhe nossas fotos no Instagram: @meialuafsoco
Mande um tweet para @meialuafsoco ou para @cehcast
Mande um e-mail para contato@meialuaprafrentesoco.com.br
 

Apoie o Meia-Lua!

 

Anuncie em nosso podcasts, fale com a Juliana da Agência Prótons!!

Você pode nos ajudar, contribuindo em nosso PATREON ou PADRIM!

meialua_patronato
 

Gostou do que ouviu? Aproveite nossos programas anteriores!

 

 


Renato Sevegnani

Formado em Ciências da Computação, por culpa dos jogos de computador e da BBS/internet, com especialização em qualidade de sistemas e atuando com certificação de sistemas de pagamento. Chato e coerente-incoerente. Profissional em começar jogos e livros e nunca terminar a maior parte deles. Prefere uma boa estória à qualidade gráfica, jogos por turno a tempo real. Acha que FPS tem que ser com mouse e teclado e que sensores de movimento são legais. Fã de dinossauros, Nintendo, cultura japonesa, cinema, zumbis, GURPS e Vampire. Quando lendo, prefere estórias fantásticas às com base no mundo real.


2012-2017 | Meia-Lua