Costelas e Hidromel #059 – Amazonas

 

 

 

 

Neste programa: 

 

Escapamos da prisão temporal, causada por nossa visita ao inferno, e retomamos nossa viagem mítica.

Buscando um local agradável para descansar, fomos guiados até uma maravilhosa ilha, repleta de estátuas de Ártemis e Áres.

Tudo corria bem, até nos darmos conta de que aquela era Temiscira, lar das amazonas.

Capturados e sentenciados à morte gastamos nosso folêgo para cantar, como bardos, lendas e mitos de outros povos.

Prometendo espalhar os grandes feitos das guerreiras de Lycia fomos poupados e libertos.

Aprendemos como, mesmo em sacrifícios, as mulheres são respeitadas, como o treinamento delas é árduo para se manterem dignas de seu pai, deus da guerra brutal, e como o sexo pode servir para contemplação e reflexão pessoal.

Choramos com suas derrotas, assim como com a renegação imposta por ambos os sexos, incapazes de compreender a força contida na cultura das amazonas.

Quando partimos fomos guiados à praia pela íngrime descida do Cáucaso, a ilha sem mar

Participantes: Guilherme Vertamatti (@GVertamatti) e Renato Sevegnani (@setsunaryu)

 

Acompanhe o Meia-Lua mais de perto

 
Assista nossos vídeos em nosso novo canal do YouTube !
Gosta de Live-Streams? Temos um canal específico para nossas Meia-Live!
Grupo de Live-Streams
Grupo de Ouvintes
Acompanhe nossas fotos no Instagram: @meialuafsoco
Mande um tweet para @meialuafsoco
Mande um e-mail para contato@meialuaprafrentesoco.com.br
 

Apoie o Meia-Lua!

 

Anuncie em nosso podcasts, fale com a Juliana da Agência Prótons!!

Você pode nos ajudar, contribuindo em nosso PATREON ou PADRIM!

meialua_patronato
 

Gostou do que ouviu? Aproveite nossos programas anteriores!

 

 


Renato Sevegnani

Formado em Ciências da Computação, por culpa dos jogos de computador e da BBS/internet, com especialização em qualidade de sistemas e atuando com certificação de sistemas de pagamento. Chato e coerente-incoerente. Profissional em começar jogos e livros e nunca terminar a maior parte deles. Prefere uma boa estória à qualidade gráfica, jogos por turno a tempo real. Acha que FPS tem que ser com mouse e teclado e que sensores de movimento são legais. Fã de dinossauros, Nintendo, cultura japonesa, cinema, zumbis, GURPS e Vampire. Quando lendo, prefere estórias fantásticas às com base no mundo real.


2012-2017 | Meia-Lua