Costelas e Hidromel #059 – Amazonas

 

 

 

 

Neste programa: 

 

Escapamos da prisão temporal, causada por nossa visita ao inferno, e retomamos nossa viagem mítica.

Buscando um local agradável para descansar, fomos guiados até uma maravilhosa ilha, repleta de estátuas de Ártemis e Áres.

Tudo corria bem, até nos darmos conta de que aquela era Temiscira, lar das amazonas.

Capturados e sentenciados à morte gastamos nosso folêgo para cantar, como bardos, lendas e mitos de outros povos.

Prometendo espalhar os grandes feitos das guerreiras de Lycia fomos poupados e libertos.

Aprendemos como, mesmo em sacrifícios, as mulheres são respeitadas, como o treinamento delas é árduo para se manterem dignas de seu pai, deus da guerra brutal, e como o sexo pode servir para contemplação e reflexão pessoal.

Choramos com suas derrotas, assim como com a renegação imposta por ambos os sexos, incapazes de compreender a força contida na cultura das amazonas.

Quando partimos fomos guiados à praia pela íngrime descida do Cáucaso, a ilha sem mar

Participantes: Guilherme Vertamatti (@GVertamatti) e Renato Sevegnani (@setsunaryu)

 

Acompanhe o Meia-Lua mais de perto

 
Assista nossos vídeos em nosso novo canal do YouTube !
Gosta de Live-Streams? Temos um canal específico para nossas Meia-Live!
Grupo de Live-Streams
Grupo de Ouvintes
Acompanhe nossas fotos no Instagram: @meialuafsoco
Mande um tweet para @meialuafsoco
Mande um e-mail para contato@meialuaprafrentesoco.com.br
 

Apoie o Meia-Lua!

 

Anuncie em nosso podcasts, fale com a Juliana da Agência Prótons!!

Você pode nos ajudar, contribuindo em nosso PATREON ou PADRIM!

meialua_patronato
 

Gostou do que ouviu? Aproveite nossos programas anteriores!

 

 

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Contact us

Renato Sevegnani

Formado em Ciências da Computação, por culpa dos jogos de computador e da BBS/internet, com especialização em qualidade de sistemas e atuando com certificação de sistemas de pagamento. Chato e coerente-incoerente. Profissional em começar jogos e livros e nunca terminar a maior parte deles. Prefere uma boa estória à qualidade gráfica, jogos por turno a tempo real. Acha que FPS tem que ser com mouse e teclado e que sensores de movimento são legais. Fã de dinossauros, Nintendo, cultura japonesa, cinema, zumbis, GURPS e Vampire. Quando lendo, prefere estórias fantásticas às com base no mundo real.


2012-2017 | Meia-Lua