Bethesda acusa Warner e Behaviour de plágio

A proprietária de grandes franquias como Doom, afirma que a Warner copiou o código de Fallout Shelter para desenvolver Westworld.

Na semana passada, a Bethesda inciou um processo legal contra os estúdios Behaviour e Warner Bros., acusando ambas as empresas de não apenas plagiarem Fallout Shelter, como também usarem parte de seu código, o que teria resultado no novo jogo Mobile da Warner, Westworld.

Essa semana, através de declarações a Games Industry, a Warner Bros. respondeu às acusações da Bethesda, desmentindo-as e afirmando que as mesmas não têm qualquer fundamento para um processo legal, pois o código de Fallout Shelter não foi usado em Westworld.

No papel de um dos líderes mundiais de criação de propriedade intelectual, incluindo séries inovadoras como Westworld, a Warner Bros. tem um profundo respeito pelos direitos de propriedade intelectual. Como tal, as asserções da Bethesda Softworks de que o jogo mobile da Warner usou indevidamente o código de Fallout Shelter da Bethesda são surpreendentes e sem substância.

A Warner Bros. foi assegurada pela produtora do jogo, a Behaviour Interactive, que as alegações da Bethesda não são verdadeiras e que nenhum código da Bethesda foi usado no jogo de Westworld. Mais ainda, contrariamente à acusação sem fundamento da Bethesda, em momento algum a Warner Bros. induziu a Behaviour a usar o código de Fallout Shelter em Westworld.

Ambas as empresas parecem bastante confiantes em seus depoimentos, porém se não chegarem a algum acordo ou uma delas recuar, o caso será julgado no tribunal.


Manoel Siqueira é redator, podcaster e tudo mais o que for necessário. Formado em Análise de Sistemas e Filosofia pela UFSCar. Aprecia games de todos os gêneros, mas confessa ter uma queda por RPG e jogos de mundo aberto.


2012-2017 | Meia-Lua